© 2019 | LEANDRO MARTINS

HERITAGE

HERANÇA

 

MIGRAÇÃO EM MASSA, FOME, SEDE E MISÉRIA ESTÃO ASSOCIADAS À SECA NA REGIÃO DO NORDESTE DO BRASIL. HÁ RELATOS DAS LONGAS ESTIAGENS POR COLONIZADORES PORTUGUESES NA REGIÃO DESDE O SÉCULO 16. AINDA HOJE, CINCO SÉCULOS DEPOIS, O DRAMA HUMANO E O PREJUÍZO ECONÔMICO DA SECA AINDA É ASSUNTO DE DESTAQUE NA CAPA DOS PRINCIPAIS JORNAIS DO MUNDO.

 

HERANÇA É O RESULTADO DO TRABALHO DE LEANDRO MARTINS SOBRE A SECA QUE ABATEU O SEMIÁRIDO NORDESTINO DE 2012 A 2013, CONSIDERADA A PIOR DOS ÚLTIMOS 50 ANOS. É UMA TENTATIVA DE RESPONDER À QUESTÃO QUE ELE MESMO SE FEZ ANTES DE EMBARCAR NESTA JORNADA: ATÉ QUANDO? OLHOS, CORAÇÃO E, SOBRETUDO, PAIXÃO FORAM NECESSÁRIOS PARA BUSCAR TAL RESPOSTA NAS LINHAS DA FRONTEIRA ENTRE O SERTÃO DE PERNAMBUCO E O DA PARAÍBA. 

 

É A DENÚNCIA DE UM CRIME COMETIDO AO LONGO DOS ANOS CONTRA PESSOAS DESPROTEGIDAS A MORRER DE SEDE E FOME DIANTE DE POLÍTICOS E EMPRESÁRIOS QUE ENRIQUECEM COM OS FRUTOS DESSA DEVASTAÇÃO. ESTAS FOTOGRAFIAS TENTAM CRIAR CONSCIÊNCIA PELO OLHAR. TALVEZ, QUEM SABE, AJUDAR A ENCONTRAR ALGUMA SAÍDA.

 

SOMENTE NAQUELE PERÍODO FOI RELATADA A MORTE DE 4 MILHÕES DE ANIMAIS E CALCULADAS PERDAS DE APROXIMADAMENTE R$ 20 BILHÕES. SE AMPLIARMOS O ESPAÇO DE TEMPO, NOS ÚLTIMOS 150 ANOS MORRERAM NO NORDESTE BRASILEIRO CERCA DE 3 MILHÕES DE PESSOAS EM DECORRÊNCIA DA SECA E DO DESCASO.

 

OS GOVERNANTES TRATAM O ASSUNTO COMO PLATAFORMA ELEITORAL, PROMETEM SOLUÇÕES QUE CUSTAM BILHÕES AOS COFRES PÚBLICOS E ESSE DINHEIRO ALIMENTA O QUE FICOU CONHECIDO COMO A “INDÚSTRIA DA SECA”. OS PODEROSOS DA REGIÃO, QUE DIRETA OU INDIRETAMENTE FAZEM PARTE DOS GOVERNOS, USAM A SECA PARA OBTER BENEFÍCIOS COMO MAIS CRÉDITO OU O PERDÃO DE DÍVIDAS. OS RECURSOS SÃO ENVIADOS PELO GOVERNO FEDERAL PARA A EXECUÇÃO DE OBRAS PELOS GOVERNOS ESTADUAIS E O DINHEIRO DESAPARECE.

 

ESSA É A HERANÇA DO POVO DO NORDESTE DO BRASIL E TAMBÉM DOS FILHOS, SOBRINHOS E APADRINHADOS DAQUELES QUE EXPLORAM A SECA EM BENEFÍCIO PRÓPRIO E PERPETUAM UMA HISTÓRICA TRAGÉDIA.

HERITAGE

 

MASS MIGRATION, HUNGER, THIRST AND MISERY ARE ALL ASSOCIATED WITH THE DROUGHT IN THE NORTHEAST REGION OF BRAZIL. THERE ARE REPORTS OF LONG DROUGHTS BY PORTUGUESE SETTLERS IN THE REGION SINCE THE 16TH CENTURY. EVEN TODAY, FIVE CENTURIES LATER, THE HUMAN DRAMA AND ECONOMIC DAMAGE OF DROUGHT IS STILL A PROMINENT SUBJECT ON THE COVER OF THE WORLD'S LEADING NEWSPAPERS.

 

HERANÇA (HERITAGE) IS THE RESULT OF LEANDRO MARTINS' WORK ON THE DROUGHT THAT STRUCK THE NORTHEASTERN SEMIARID FROM 2012 TO 2013, AND IT WAS CONSIDERED THE WORST IN THE LAST 50 YEARS. IT IS AN ATTEMPT TO ANSWER THE QUESTION HE ASKED HIMSELF BEFORE HE STARTED HIS JOURNEY: WHEN WILL THIS STOP? EYES, HEART AND, ABOVE ALL, PASSION WERE NECESSARY TO SEEK SUCH AN ANSWER ON THE BORDER LINES BETWEEN THE PERNAMBUCO AND PARAÍBA SERTÃO.

 

IT IS THE DENUNCIATION OF A CRIME COMMITTED OVER THE YEARS AGAINST UNPROTECTED PEOPLE DYING OF THIRST AND HUNGER IN THE FACE OF POLITICIANS AND BUSINESSMEN WHO ARE ENRICHED BY THE PRODUCTS OF THIS DEVASTATION. THESE PHOTOGRAPHS ARE AN ATTEMPT TO CREATE AWARENESS AND MAYBE, PERHAPS, HELP FIND SOME WAY OUT.

 

IN THAT PERIOD ALONE THE DEATH OF 4 MILLION ANIMALS WAS REPORTED AND ESTIMATED LOSSES OF APPROXIMATELY R$20 BILLION. IF WE EXPAND THE TIME FRAME, IN THE LAST 150 YEARS ABOUT 3 MILLION PEOPLE DIED IN THE NORTHEAST OF BRAZIL DUE TO DROUGHT AND NEGLECT.

 

RULERS DEAL WITH THE ISSUE USING IT AS AN ELECTORAL PLATFORM, PROMISING SOLUTIONS THAT COST BILLIONS, AND THIS MONEY FEEDS WHAT HAS BECOME KNOWN AS THE "DROUGHT INDUSTRY." THE POWERFUL PEOPLE IN THE REGION, WHICH ARE DIRECTLY OR INDIRECTLY PART OF GOVERNMENTS, USE THE DROUGHT SITUATION FOR BENEFITS SUCH AS MORE CREDIT OR DEBT ANNULATION. THE FUNDS ARE SENT BY THE FEDERAL GOVERNMENT FOR THE EXECUTION OF WORKS BY THE STATE GOVERNMENTS AND THEN THE MONEY DISAPPEARS.

 

THIS IS THE INHERITANCE OF THE PEOPLE OF NORTHEASTERN BRAZIL AND ALSO OF THE CHILDREN, NEPHEWS AND SPONSORS OF THOSE WHO EXPLOIT THE DROUGHT FOR THEIR OWN BENEFIT AND PERPETUATE A HISTORICAL TRAGEDY.